ONU diz que Iêmen será a próxima Somália

A ONU alertou que a crise humanitária no Iêmen pode transformar o país em uma nova Somália.

O aviso aconteceu após que oficiais das Nações Unidas pediram quase US$ 450 milhões (R$ 830 milhões) para ajudar iemenitas afetados pela escassez de alimentos.

O país foi devastado por meses de protestos contra o governo do presidente Ali Abdullah Saleh, que concordou em renunciar em fevereiro de 2012, como parte de um acordo de paz.

No último sábado, uma comissão militar começou a remover trincheiras, barricadas e outros sinais dos protestos da capital, Sanaa.