Síria assina acordo da Liga Árabe para permitir entrada de monitores

A Síria vai permitir a entrada de monitores da Liga Árabe no país como parte do plano para tentar encerrar a repressão violenta aos protestos contra o governo.

Em uma declaração transmitida pela televisão, o ministro do Exterior sírio, Walid al-Muallen, afirmou que o acordo foi assinado depois que a Liga Árabe aceitou as mudanças exigidas pelo governo da Síria.

Durante semanas a Síria negociou e hesitou em assinar o acordo. A Liga Árabe chegou a votar sanções econômicas contra o país depois que a Síria não assinou o acordo em duas ocasiões anteriores.

Os protestos contra o governo sírio, que já duram nove meses, deixaram mais de 5 mil mortos.