Mais de 70 soldados desertores são mortos na Síria

As forças de segurança sírias mataram mais de 70 militares que decidiram abandonar o Exército para participar das revoltas contra o regime do presidente Bashar al-Assad, de acordo com ativistas do país.

Eles foram atacados nesta segunda-feira com uma metralhadora quando tentavam deixar uma base militar na Província de Idlib.

De acordo com ativistas, pelo menos outros 50 manifestantes civis foram mortos em o outras regiões do país.

Se esse número for confirmado, esse é um dos dias mais violentos desde que as revoltas começaram, em março.

No total, os protestos contra o governo sírio já deixaram mais de 5 mil mortos.