Sob pressão extrema, metal passa por transição nunca vista, diz estudo

Sob pressão e temperaturas extremas, um dos principais metais presentes no âmago da Terra apresentou uma transição nunca vista antes, segundo afirmam cientistas.

O óxido de ferro foi submetido em laboratório a condições similares àquelas existentes no interior do planeta, onde as duas camadas mais profundas da estrutura terrestre se encontram.

A uma temperatura de 1.650°C e a uma pressão 690.000 vezes maior que a do nível do mar, o metal mudou de tal forma a conduzir eletricidade.

No entanto, segundo os cientistas relataram na revista científica Physical Review Letters, a estrutural do óxido de ferro se manteve surpreendentemente intacta.

A descoberta pode ter implicações na compreensão de como o interior da Terra dá origem ao campo magnético do planeta.