Advogado inglês diz ter mentido sobre 'presente' em dinheiro de Berlusconi

Um advogado inglês que está no centro das acusações de corrupção contra o ex-premiê da Itália, Silvio Berlusconi, admitiu ter mentido sobre um suposto presente de US$ 600 mil (R$ 1,1 milhão) que teria recebido do político italiano.

David Mills disse a um tribunal em Milão que inventou a história para satisfazer as autoridades fiscais britânicas.

Mills foi condenado por corrupção por um tribunal italiano em 2009, mas foi inocentado no ano seguinte.

Ele foi casado com a ex-ministra britânica do Trabalho e das Olimpíadas, Tessa Jowell.