General paquistanês descarta rumores de golpe no país

O chefe do Exército paquistanês rejeitou nesta sexta-feira os rumores de que militares estariam planejando um golpe para destituir o governo civil do país.

A declaração do general Ashfaq Pervez Kavani foi feita um dia depois de o premiê do país, Yousuf Raza Gilani, citar a existência de uma conspiração, em uma clara referência ao Exército.

As tensões crescem no Paquistão, após o vazamento de um suposto memorando do governo pedindo ajuda aos EUA para prevenir um golpe militar.

O presidente Asif Ali Zardari, que acaba de retornar ao Paquistão após passar por tratamento médico em Dubai, nega a autoria do suposto memorando.

As rusgas entre o governo civil do Paquistão - que tem o poder do país desde as eleições de 2008 - e os poderosos serviços militares e de inteligência cresceram em maio, por conta da operação americana que matou Osama Bin Laden em solo paquistanês. O Exército não foi informado com antecedência sobre a missão.