Kim Jong-un é 'comandante supremo' do Exército, afirma imprensa oficial norte-coreana

A imprensa oficial norte-coreana indicou neste sábado que Kim Jong-un, filho do líder falecido do país, Kim Jong-il, deve ser tornar comandante do Exército - um cargo-chave na sucessão do regime.

O diário <i>Rodong Sinmun</i>, um órgão oficial do Partido Comunista norte-coreano, se referiu a Kim Jong-un como "nosso comandante supremo e nosso general", indicando que ele será alçado à cabeça das Forças Armadas.

Kim Jong-Il foi alçado ao mesmo cargo em 1991, três anos antes da morte de seu pai, Kim Il-sung, o fundador da Coreia do Norte.

Durante seu governo, Kim Jong-Il impulsionou um sistema que deu ao Exército prioridade política e orçamentária dentro do Estado norte-coreano.