Etiópia condena jornalistas suecos a 11 anos de prisão

Dois jornalistas suecos foram condenados a 11 anos de prisão na Etiópia, acusados de entrar ilegalmente no país e de apoiar o terrorismo.

Martin Schibbye e Johan Persson foram detidos em julho, depois de ser capturados junto a rebeldes da Frente de Libertação Nacional Ogaden (ONLF, sigla em inglês).

Os dois foram condenados na semana passada. Eles alegam que estavam apenas fazendo seu trabalho como jornalistas.

Os promotores pediram sentenças de até 18 anos, mas o juiz encarregado do caso disse que 11 anos seriam suficientes. O advogado dos jornalistas afirmou que decidirá ainda esta semana se recorrerá da decisão.