Putin rejeita revisão do resultado das eleições parlamentares russas

O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, rejeitou nesta terça-feira pedidos para revisar o resultado da eleição parlamentar do país, contestado pela oposição, e acusou os manifestantes contrários ao governo de não ter objetivos claros.

"As eleições acabaram. O Parlamento começou seu trabalho, e um presidente (do congresso) foi eleito", disse Putin a partidários da coalizão de governo.

"Não pode haver diálogos no sentido de uma revisão", afirmou. "Existe só uma maneira prevista em lei: uma apelação na Justiça."

Os comentários ocorrem depois que protestos populares exigiram a revisão do pleito, realizado no último dia 4, sob acusações de fraude. Putin será candidato à Presidência nas eleições marcadas para março.