Coreia do Norte diz que não pretende mudar seu sistema político

O governo da Coreia do Norte advertiu a comunidade internacional a nao aguardar mudanças na política do país após a morte do líder Kim Jong-il, sucedido por seu filho, Kim Jong-un.

O principal órgão dirigente do país, a Comissão Nacional de Defesa, disse que jamais irá negociar com o atual governo do seu principal rival, a Coreia do Sul.

E afirmou ainda que a nação vizinha iinsultou a Coreia do Norte durante o luto oficial pela morte de Kim Jong-il.

Mas a comissão de Defesa afirmou ter esperanças de que as relações entre os dois países possam melhorar, se a Coreia do Sul tiver novos dirigentes.