Norte-noreanos 'são mortos a tiros' ao tentar atravessar fronteira para a China

Três pessoas que tentavam atravessar a fronteira da Coreia do Norte para a China foram mortas a tiros por policiais no sábado, segundo um grupo de defesa dos direitos humanos sul-coreano.

Segundo as informações divulgadas, os homens foram mortos quando tentavam cruzar o rio Yalu e seus corpos foram levados do local.

O grupo afirmou ainda que é raro que guardas da fronteira abram fogo imediatamente contra desertores e que o episódio parece representar um enrijecimento da segurança depois que Kim Jong-un assumiu o poder na Coreia do Norte, sucedendo seu pai, no mês passado.