Violência faz Nigéria impor toque de recolher

O Estado de Adamawa, no nordeste da Nigéria, impôs neste sábado um toque de recolher, após uma onda de ataques mortais contra cristãos do país.

O Exército está patrulhando as ruas e, segundo relatos vindos da capital do Estado, Yola, todas as lojas estão fechadas. Apenas serviços essenciais estão podendo funcionar.

Os ataques anticristãos, perpetrados pelo grupo islâmico radical Boko Haram, mataram ao menos 31 pessoas nos últimos dias.

Diversas cidades do norte da Nigéria estão em estado de emergência por conta da onda de violência.