Participantes de vídeo vão ser punidos, diz Hillary

A secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, disse nesta quinta-feira que qualquer um cuja ligação com o vídeo de fuzileiros navais americanos urinando sobre o que parecem ser guerreiros mortos do Talebã for comprovada "será responsabilizado".

Ela considerou o incidente "deplorável", logo após do anúncio de um inquérito para apurar o ocorrido.

O Talebã classificou o incidente de "desumano", mas disse que não afetará os esforços para um acordo de paz.