Justiça espanhola decide nesta terça se processará juiz Baltasar Garzón

O Tribunal Supremo da Espanha decide nesta terça-feira se segue adiante com o processo contra o juiz espanhol Baltasar Garzón por violação da lei de Anistia.

A lei de Anistia aprovada na Espanha em 1977 proíbe a investigação de crimes cometidos durante o regime do general Francisco Franco.

O juiz também é alvo de outros dois processos. Um deles é por suposta violação dos direitos de defesa – ao gravar conversas entre acusados e seus advogados em um caso de corrupção.

O outro processo tem relação com um suposto enriquecimento ao ministrar cursos em Nova York a pedido de grandes empresas.