Bradley Manning irá à corte marcial por entregar documentos ao Wikileaks

O Exército americano confirmou que o soldado Bradley Manning enfrentará a corte marcial por ter revelado segredos militares e diplomáticos.

O ex-analista de inteligência é acusado de entregar milhares de documentos confidenciais ao site Wikileaks - realizando o maior vazamento deste tipo de informação da história dos Estados Unidos.

A publicação dos documentos e de um vídeo de soldados em combate na internet foi profundamente vergonhosa para as autoridades americanas.

Manning pode ser condenado à prisão perpétua pelas acusações de ajudar o inimigo e violar o Ato de Espionagem dos Estados Unidos.

A data do julgamento ainda não foi definida. Em uma audiência preliminar em dezembro, os advogados do soldado de 24 anos argumentaram que ele não deveria ter tido acesso ao material confidencial.