Obama diz que ataque a Homs é 'escandaloso'

O presidente americano Barack Obama disse que o bombardeio da cidade de Homs pelas forças sírias foi um "banho de sangue escandaloso".

Em pronunciamento, Obama também voltou a pedir que o presidente da Síria, Bashar al-Assad, deixe o poder.

Ativistas dizem que cerca de 40 pessoas foram mortas em Homs durante o sexto dia sucessivo de ataques a bomba pelas forças do governo.

Diversas regiões da cidade foram alvejadas por tanques, artilharia e foguetes.

Os ativistas da oposição estimam que cerca de 400 pessoas foram mortas desde que os ataques a Homs começaram, no último fim de semana.