General sírio é 'assassinado em Damasco', diz agência

Atiradores mataram um oficial graduado do Exército sírio em Damasco, informou neste sábado a agência estatal noticiosa do país.

Caso a notícia seja confirmada, será o primeiro assassinato de uma proeminente figura militar desde o início dos levantes contra o regime do presidente Bashar al-Assad, em março passado.

A agência de notícias disse que três homens alvejaram o general Issa al-Khouli quando este saía de sua casa. A agência atribuiu a ação a "grupos terroristas armados".

Na última sexta-feira, ao menos 28 pessoas morreram em ataques a bomba na segunda maior cidade da Síria, Aleppo. Oposição e governo trocaram acusações quanto a autoria dos ataques.

Enquanto isso, seguem os bombardeios na conflagrada cidade de Homs, segundo testemunhas. Ativistas antigoverno dizem que ao menos quatro pessoas morreram neste sábado em novos ataques das forças do governo contra a cidade.