Grécia vive segundo dia de protestos e greve contra medidas de austeridade

Milhares de pessoas se reuniram nas cidades de Atenas e Tessalônica, na Grécia, no segundo dia de uma greve geral de 48 horas contra as medidas de austeridade do governo.

A polícia está nas ruas em serviço, mas o transporte público está paralisado.

O gabinete grego aprovou na última sexta-feira mais cortes no orçamento pedidos pelos parceiros do país na zona do euro, em troca de um novo pacote de ajuda multibilionário.

Os novos cortes ainda precisam ser aprovados pelo parlamento grego.

Um correspondente da BBC diz que fora da Grécia há ceticismo sobre se os cortes podem realmente ser postos em prática, por causa da força da oposição entre a população.