Incêndio em prisão de Honduras foi acidental, dizem autoridades

O incêndio que matou 360 pessoas em um presídio de Honduras na última semana foi provavelmente causado de forma acidental, afirmaram nesta terça-feira autoridades do país.

Investigações preliminares indicam que o fogo que atingiu a prisão de Comayagua no último dia 14 teve início devido a um cigarro ou a uma vela.

Alguns parentes de vítimas rejeitaram a explicação, acusando agentes penitenciários hondurenhos de dar início ao incêndio deliberadamente.

Muitos prisioneiros ainda estavam presos em suas celas quando morreram. Os corpos estavam tão queimados que a identificação visual ou por meio de impressões digitais ficou inviabilizada.