Repressão em Homs, na Síria, volta a se intensificar

Relatos vindos da cidade de Homs, na Síria, apontam uma intensificação dos ataques do Exército do regime de Bashar al Assad ao principal reduto da oposição no país.

Um ativista contou à BBC que forças de Assad usaram mísseis e morteiros para atacar a cidade.

O distrito de Baba Amr, que chegou a ser tomado pelos oposicionistas, teve a energia, a água e o abastecimento de comida cortado.

Segundo o ativista, o distrito está à beira de uma catástrofe.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, anunciou que está enviando a representante Valerie Amos para a Síria, a fim de negociar o reestabelecimento de serviços em Homs.