Congo pede ajuda internacional após explosões que mataram 150

As autoridades da República do Congo fizeram um apelo nesta segunda-feira por ajuda internacional, depois de uma série de explosões em um depósito de armas na capital, Brazzaville.

Segundo o governo, cerca de 150 pessoas morreram, e 1,5 mil ficaram feridas.

Uma reunião de emergência do gabinete do governo divulgou uma nota afirmando que a prioridade é estabelecer se ainda há sobreviventes entre os prédios que desabaram.

O governo do Congo atribuiu o acidente a um curto circuito elétrico, que teria provocado as explosões.