Tribos e milícias declaram Benghazi região semiautônoma da Líbia

Líderes tribais e comandantes de milícia declararam a cidade de Benghazi, no leste da Líbia, como uma região semiautônoma do país.

Eles afirmam que a região, rica em petróleo e conhecida também como Cyrenaica, foi negligenciada durante décadas e agora será um Estado em uma república federal.

Os líderes escolheram um conselho para administrar questões locais.

O Conselho Nacional de Transição da Líbia, que liderou a partir de Benghazi a rebelião que tirou Muamar Khadafi do poder, se distanciou das sugestões de maior autonomia para a região.

Segundo um correspondente da BBC em Benghazi, o governo central em Trípoli e os líderes de Benghazi deverão negociar ainda por muito tempo antes que uma decisão final sobre a autonomia da região seja tomada.