Em meio a instabilidade, governo troca líderes na Câmara e no Senado

Em meio a desentendimentos com partidos da base aliada, o governo trocou seus líderes na Câmara e no Senado. Nesta terça-feira, o deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP) anunciou que deixaria o posto.

A decisão foi comunicada ao parlamentar pela presidente Dilma Rousseff, com quem ele se reuniu nesta manhã. Ainda não foi definido um substituto.

Segundo Vaccarezza, Dilma lhe disse que era preciso fazer um rodízido de líderes.

Principal aliado do governo, o PMDB anunciou que o senador Romero Jucá (PMDB-RR) também deixaria a liderança do governo no Senado. Segundo o líder do PMDB na Casa, Renan Calheiros, o cargo deverá ser ocupado pelo senador Eduardo Braga (PMDB-AM).

As substituições ocorrem cinco dia após o Senado rejeitar o indicado de Dilma à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Também na semana passada, deputados peemedebistas entregaram um manifesto com 53 assinaturas ao vice-presidente Michel Temer (PMDB), expressando descontentamento com o governo.