Jornal britânico divulga 'e-mails secretos de Assad'

O jornal britânico The Guardian divulgou o que diz serem e-mails enviados e recebidos pelo presidente sírio Bashar al-Assad e por sua mulher.

Os e-mails parecem mostrar que Assad pediu conselhos ao Irã sobre a melhor maneira de lidar com o levante popular contra seu governo.

Eles também sugerem que ele trocou comentários com sua equipe sobre vídeos de humor - incluindo uma representação do cerco de Homs que usava brinquedos e biscoitos.

Em um dos e-mails haveria a informação de que Assad driblou as sanções contra ele nos Estados Unidos usando uma pessoa com um endereço americano para comprar músicas e aplicativos na loja do iTunes, da Apple.

Outro e-mail, aparentemente enviado por uma filha do emir do Catar, sugere que o líder sírio e sua esposa poderiam se exilar no país.

O Guardian diz que ativistas de oposição interceptaram as mensagens entre junho de 2011 e o último mês de fevereiro.