Estudantes chilenos voltam a protestar por educação de qualidade

A polícia chilena usou gás lacrimogêneo e canhões de água para interromper um protesto de milhares de estudantes na capital, Santiago.

Pelo menos 50 pessoas foram presas quando tentaram romper a barreira policial em frente ao Ministério da Educação.

Foi o primeiro grande protesto do movimento estudantil do Chile esse ano. Os estudantes realizaram uma série de manifestações em 2011 para exigir educação pública gratuita e de qualidade.

Eles também pedem a readmissão de estudantes expulsos de escolas por participarem dos protestos do ano passado.