Bombardeio militar mata mais de 30 rebeldes das FARC

O governo colombiano disse que 39 rebeldes foram mortos em dois dias de operações militares contra as FARC.

O Ministério da Defesa afirmou nesta quarta-feira que 33 dos rebeldes foram mortos no bombardeio de um acampamento de guerrilha no Estado de Arauca, no nordeste do país, próximo à fronteira com a Venezuela.

Outros 12 rebeldes foram capturados durante as operações. O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, disse que as operações foram um "grande golpe" contra as FARC.

No último fim-de-semana, os rebeldes mataram 11 soldados em uma emboscada em Arauca - o maior ataque da guerrilha em meses.