Obama diz que se tivesse um filho se 'pareceria' com adolescente morto

O presidente dos EUA, Barack Obama, classificou de nesta sexta-feira de "tragédia" o episódio no qual um vigilante matou o adolescente negro desarmado Trayvon Martin.

"Se tivesse um filho, se pareceria com Trayvon. Creio que todos nós devemos fazer um exame de consciência para averiguar como algo assim pode ter acontecido e isso passa por examinar as leis e o contexto em que isso aconteceu."

O vigilante alegou legítima defesa e não foi preso.

Cerca de 20 mil pessoas fizeram uma vigília na noite de quinta-feira exigindo justiça na cidade de Sanford, Flórida, onde o adolescente foi morto.