Annan vai à Rússia para tentar selar acordo de paz na Síria

O enviado especial da ONU à Síria, Kofi Annan, vai à Rússia para tentar obter apoio ao seu plano de paz para pôr fim imediato à violência na Síria.

Annan quer que o governo sírio cesse de usar o poderio militar em áreas populadas do país.

Mas o governo do presidente Bashar al Assad condicionou o plano à entrega de armas por rebeldes e exige que países vizinhos vigiem suas fronteiras a fim de impedir o fluxo de armas e combatentes para a Síria.

Ativistas afirmam que recentemente tropas sírias mataram 18 pessoas, algumas das quais estariam presas, na província de Idlib, perto da Turquia.