Prefeito de Toulouse adia enterro de atirador na cidade

O prefeito da cidade de Toulouse afirmou que o enterro do atirador Mohamed Merah na cidade seria "inadequado".

O funeral do atirador, que matou sete pessoas em ataques distintos na cidade e morreu após cerco da polícia, deveria acontecer na quinta-feira, mas foi adiado por 24 horas.

A permissão para o enterro de Merah na Argélia - onde a família do atirador queria que ele fosse enterrado - já foi negada.

"Depois da recusa de última hora da Argélia a aceitar o corpo de Mohamed Merah, o prefeito Pierre Cohen sente que seu enterro dentro da cidade de Toulouse seria inadequado", informou o gabinete do prefeito à agência de notícias francesa AFP.

"Portanto, ele pediu um adiamento de 24 horas e está analisando a questão junto ao governo", acrescentou a declaração.

Segundo a AFP, o próprio presidente francês, Nicolas Sarkozy, afirmou que, já que Merah era francês, ele deveria ser enterrado na França.