Zona do euro registra maior desemprego dos últimos 15 anos

A taxa de desemprego nos países da zona do euro registrou aumento e chegou a quase 11% em fevereiro.

Este é o nível mais alto desde que a moeda foi introduzida em 1999 e a pior taxa dos últimos 15 anos.

De acordo com estes números, mais de 17 milhões de pessoas na zona do euro estão sem trabalho, um milhão e meio a mais de pessoas do que no ano passado.

Existem grandes diferenças entre os índices de desemprego de um país para outro. Na Espanha e na Grécia, por exemplo, a taxa de desemprego está acima de 20%, comparados com os menos de 6% registrados na Alemanha, Holanda e Áustria.

O número de pessoas desempregadas em toda a União Europeia também aumentou para 10,2%.