Suspeito de atirar em universidade californiana agiu por vingança

A polícia na Califórnia disse que o suspeito de matar sete pessoas em uma universidade em Oakland lhes disse que buscava vingança por ser constantemente provocado e desrespeitado.

O chefe da polícia de Oakland, Howard Jordan, disse que o homem, One Goh, um ex-estudante de enfermagem no colégio, procurava por uma administradora em particular – que não estava lá - e sua intenção era matar.

Ele disse que o suspeito de 43 anos de idade está colaborando com as investigações, mas não mostra arrependimento.

O suspeito, de origem coreana, havia sido expulso do local havia cerca de dois meses por problemas de comportamento.