Governo anuncia medidas para reaquecer a indústria

O governo anunciou nesta terça-feira novas medidas do plano 'Brasil Maior', de estímulo à economia, focado especialmente em incentivar a indústria nacional, que tem sofrido forte concorrência de importados e perdido participação no PIB do país.

Entre as principais medidas, está a desoneração da folha de pagamento de 15 setores, uma renúncia fiscal que deve chegar a 7,2 bilhões de reais por ano.

A contribuição previdenciária patronal, que era de 20% sobre a folha de pagamento, será substituída por uma taxa que vai variar de 1% a 2,5% do faturamento.

"Temos que continuar reduzindo o custo tributário, econômico e financeiro para dar competividade à economia brasileira", declarou o ministro da Fazenda, Guido Mantega.

As medidas foram anunciadas dias após a presidente Dilma Rousseff receber empresários brasileiros no Palácio do Planalto para discutir medidas de apoio à indústria brasileira, que sofre com a perda de competitividade internacional.