Líbia tenta consenso entre milícias

O Conselho Nacional de Transição, que governa a Líbia desde a queda do líder Muammar Khadafi em outubro do ano passado, afirmou nesta terça-feira que está enviando uma delegação ao noroeste do país para tentar acabar com os confrontos entre milícias rivais.

A iniciativa do CNT, a dois meses das eleições que definirão o futuro da Líbia, ocorreu depois que combates entre os grupos adversários mataram 14 pessoas e feriram pelo menos oito na região.

O foco das tensões está concentrado na cidade bérbere de Zuwara, um dos principais locais de insurgência.

O CNT tem tentado, sem sucesso, impor um controle central sobre grupos rivais que depuseram e mataram Khadafi, até então o mais longevo ditador árabe no poder.