China obriga artista plástico a desligar 'webcams' de sua casa

A polícia da China obrigou nesta quinta-feira o artista plástico Ai Weiwei a desligar todas as câmeras de internet que ele havia instalado em sua casa.

O artista é conhecido por ser um dos críticos mais ferozes do regime político chinês, e chegou a ser preso, acusado de crimes financeiros.

Ai Weiwei afirma que é vítima de perseguição política. Ele havia instalado quatro câmeras em sua casa que transmitem a sua rotina pela internet.

A medida era uma forma de se precaver contra qualquer possível agressão por parte das autoridades. Mas como o artista ainda está em liberdade condicional, ele precisou obedecer a polícia e desligar as câmeras.