União Africana rejeita independência de rebeldes do Mali

A União Africana rejeitou nessa sexta-feira a declaração de independência feita por rebeldes tuareg de uma área no norte do Mali, que permanece sob o controle dos insurgentes.

O presidente da União Africana, Jean Ping, disse, em um pronunciamento oficial, que o documento não tinha nenhum valor.

O Movimento Nacional para a Libertação da Azawad (MNLA) havia anunciado através de seu site a declaração de independência do território, reivindicando seu reconhecimento por governos de outras nações africanas.

Os rebeldes tuareg avançaram sobre o norte do Mali depois que dissidentes do Exército derrubaram o governo do país há duas semanas.