Dissidente chinês que inspirou protestos da Praça da Paz Celestial morre nos EUA

A esposa e amigos do dissidente chinês Fang Lizhi, cujos discursos pró-democracia inspiraram os protestos da Praça da Paz Celestial em 1989, informaram que ele morreu nos Estados Unidos.

O dissidente tinha 76 anos e vivia no exílio.

Fang Lizhi era astrofísico e foi expulso do Partido Comunista chinês em 1987, acusado de instigar a revolta estudantil.

Lizhi passou um ano na embaixada americana em Pequim depois da repressão violenta ao protesto na Praça da Paz Celestial em 1989.

O governo da China deixou ele sair do país e o dissidente nunca mais retornou.

Outro dissidente chinês Wang Dan, afirmou depois da morte de Lizhi que ele inspirou uma geração.