Tribunal suspende comissão constitucional do Egito

Um tribunal no Egito suspendeu uma comissão formada para redigir a nova constituição do país.

A decisão aconteceu em resposta a uma reclamação feita por membros liberais e secularistas do Parlamento, que dizem que a comissão está dominada por islâmicos, sem justificativas.

O novo parlamento egípcio, onde os partidos islâmicos são a maioria, votou no mês passado para dar cerca de 70 dos 100 acentos da comissão a islâmicos.

No entanto, os parlamentares liberais e secularistas dizem que os islâmicos "sequestraram" o processo constitucional.

Uma das principais tarefas da comissão será decidir qual será o papel da lei islâmica na constituição egípcia.