Conflitos entre Al-Qaeda e militares deixam mais de 100 mortos no Iêmen

Fontes militares no Iêmen dizem que mais de 120 pessoas foram mortas e outras ficaram feridas em 48 horas de combates na província de Abyan, no sul do país.

Oficiais dizem que os conflitos tem acontecido nos arredores da cidade de Lawdar, que eles afirmam estar sitiada por militantes da Al-Qaeda.

Na última segunda-feira, um ataque do grupo a um acampamento militar no sul da cidade deixou 33 mortos.

A Al-Qaeda conquistou um grande número de territórios na região durante o levante popular que levou à substituição do presidente Ali Abdulah Saleh por seu vice, Abd-Rabbu Mansour Hadi.