Annan diz que Síria não cumpriu acordo de paz integralmente

O enviado especial das Nações Unidas e da Liga Árabe, Kofi Annan, reconheceu que houve um cessar-fogo na Síria nesta quinta-feira, mas disse ao Conselho de Segurança da ONU que o regime não cumpriu integralmente os termos do acordo de paz.

Diplomatas ligados a Annan afirmaram que o Conselho de Segurança pode aprovar já na sexta-feira o envio à Síria de parte dos observadores militares que terão a missão de monitorar o cumprimento do cessar-fogo.

Na Síria, tanto o governo de Bashar Assad quanto representantes dos rebeldes se acusaram mutuamente de violar a trégua que entrou em vigor na manhã desta quinta-feira.

A TV estatal afirmou que um ataque a bomba matou um oficial e deixou 24 militares feridos em Alepo.

Já representantes dos rebeldes afirmaram que 15 civis foram mortos e que tropas e armas pesadas do regime continuam nos centros das cidades.