Governo turco prende militares para se prevenir de golpes

A polícia turca prendeu dezenas de oficiais da reserva das Forças Armadas do país nesta quinta-feira. Entre eles estão quatro generais que tiveram papel decisivo no golpe que derrubou o premiê islâmico Necmettin Erbakan em 1997.

As detenções ocorrem em um momento em que o governo tenta diminuir a influência no governo dos militares, historicamente de inclinação secular.

Entre os presos está o general reformado Cevik Bir, principal figura do golpe contra Erbakan.

O chanceler Ahmet Davutoglu disse que o inquérito que resultou nas prisões é uma tentativa de evitar novos golpes no futuro.

No início do mês, dois outros acusados de planejar um golpe de estado em 1980 foram a julgamento no país.