Comissão barra dez candidatos nas eleições presidenciais do Egito

O órgão oficial que supervisiona as eleições presidenciais no Egito impediu dez candidatos de concorrerem.

Eles incluem o candidato da Irmandade Muçulmana, Khairat Al-Shater e o ex-chefe da inteligência de governo de Hosni Mubarak, Omar Suleiman, não poderão participar da disputa.

O chefe da comissão das eleições presidenciais do Egito, Farouk Sultan, não deu justificativas para a decisão.

Sultan disse que os candidatos desqualificados têm 48 horas para apelar.

O primeiro turno das eleições deverá acontecer no próximo mês, com um segundo turno em junho, se necessário.