Ataques continuam na Síria horas antes da chegada de monitores da ONU

Imagem de vídeo amador mostra bombardeio em Homs. | Foto: AP Direito de imagem AP
Image caption Seis observadores chegarão a Damasco na noite de domingo

Novos ataques acontecem neste domingo na Síria, horas antes da chegada de uma equipe de monitores aprovada pela ONU para observar o cumprimento do cessar-fogo.

Ativistas relatam fortes bombardeios na cidade de Homs. Na Província de Aleppo, combatentes rebeldes teriam atacado uma delegacia de polícia.

A mídia estatal síria diz que ataques de "grupos terroristas" se intensificaram desde a trégua da última quinta-feira.

No sábado, a ONU aprovou por unanimidade uma resolução que autoriza o envio de observadores desarmados ao país.

O porta-voz do enviado internacional de paz Kofi Annan, Ahmad Fawzi, disse que uma equipe preliminar de seis observadores chegará à Síria na noite desse domingo e estariam "em campo com capacetes azuis amanhã (segunda-feira)".

Fawzi afirmou ainda que o grupo de seis seria "rapidamente estendido para 25 a 30 pessoas da região e de outros países".

O cessar-fogo entrou em vigor na manhã de quinta-feira, mas uma série de violações aconteceram deste então.

O correspondente da BBC em Beirute, Jim Muir, diz que os monitores encontrarão uma trégua com sérias necessidades de reforço.

Neste domingo, o Observatório Sírio de Direitos Humanos, baseado na Grã-Bretanha, relatou bombardeios nos bairros de Khaldiyeh e Bayada, em Homs. Eles afirmam que três pessoas teriam morrido.

Notícias relacionadas