Comissão eleitoral do Egito nega recursos de candidatos barrados

A Comissão Eleitoral do Egito rejeitou nesta terça-feira recursos dos três principais candidatos à presidência do país que contestam sua exclusão do pleito.

As candidaturas barradas foram de Omar Suleiman, ex-chefe de inteligência do governo Hosni Mubarack e preferido da Irmandade Muçulmana, do empresário milionário Khairat al Shater e do radical islâmico Hazem Saleh Abu Ismail.

Eles foram desqualificados principalmente devido a questões técnicas das candidaturas.

A decisão da comissão tumultua ainda mais o já caótico processo de transição política do Egito. As eleições estão marcadas para acontecer no dia 23 de maio.