FMI levanta US$ 430 bi e quase dobra poder de fogo contra crise

O Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciou nesta sexta-feira ter arrecadado US$ 430 bilhões junto a seus membros, praticamente dobrando o poder de fogo da instituição para lidar com a crise econômica.

De acordo com um comunicado divulgado pela diretora-gerente do Fundo, Christine Lagarde, 12 países e o grupo da zona do euro anunciaram que aportarão, juntos, US$ 362 bilhões para o caixa da instituição financeira.

Segundo Lagarde, os Bric – Brasil, Rússia, Índia e China –, mais Indonésia, Malásia, Tailândia e outros países aportarão outros US$ 72 bilhões, mas ainda não disseram com quanto vão colaborar individualmente.

"Esses países precisam voltar para casa, negociar e voltar com um número", disse a diretora-gerente durante uma entrevista coletiva em Washington.

"Estes recursos estão sendo disponibilizados para a prevenção e resolução da crise, e para preencher as potenciais necessidades de todos os membros do FMI", afirmou Lagarde.

"Eles serão retirados apenas se necessário, e se forem usados, serão devolvidos com juros."