STF julga constitucionalidade do sistema de cotas raciais

O STF (Supremo Tribunal Federal) começou a julgar nesta quarta-feira a constitucionalidade da reserva de vagas em universidades públicas, com base no sistema de cotas raciais da Universidade de Brasília (UnB).

Estão em julgamento três ações que contestam a validade do sistema de cotas. Uma delas foi ajuizada pelo DEM em 2009. Segundo a ação, o sistema de cotas viola preceitos fundamentais da Constituição de 1988.

O ministro Ricardo Lewandowski é o relator.