Líder de extrema direita francesa se recusa a apoiar candidatos no segundo turno

A líder de extrema direita Marine Le Pen, da Frente Nacional, afirmou nesta terça-feira que se recusa a apoiar qualquer um dos candidatos que vão disputar neste domingo o segundo turno da eleição presidencial da França.

Le Pen prometeu a seus partidários que vai votar em branco. A líder da Frente Nacional afirmou que o atual presidente da França, Nicolas Sarkozy, e o candidato socialista, François Hollande, vão entregar o poder para a Europa.

As seis milhões de pessoas que votaram em Marine Le Pen no primeiro turno da eleição francesa podem fazer a diferença e determinar quem será o próximo presidente.

Sarkozy tem tentado conquistar esta parte do eleitorado, afirmando nesta terça-feira, por exemplo, que há muitos imigrantes na França.