Apesar das urnas, premiê britânico diz que mantém política econômica

O premiê britânico, David Cameron, disse que seu governo não mudará a política econômica apesar de grandes perdas nas eleições municipais sofridas por seu partido, o Conservador e seus parceiros de coalizão, os Liberais-Democratas.

Cameron disse que seu governo tomará decisões difíceis para lidar com o déficit da dívida pública e os problemas econômicos.

Os oposicionistas do Partido Trabalhista, que foi o mais votado, disse que os resultados mostram que a entidade vem reconquistando a confiança da população.

O número de eleitores que votaram nestas eleições foi o menor em 25 anos.