Justiça do Chile julga servidores por negligência em tsunami de 2010

Oito pessoas estão sendo julgadas no Chile por terem falhado ao não alertar a população sobre tsunami que deixou 524 mortos em 27 de fevereiro de 2010.

A maioria dos acusados trabalhava na Onemi, a agência chilena de emergências. A Justiça avalia se eles poderiam ter enviado um alerta à população antes da onda gigante atingir a costa do Chile.

O julgamento deve se prolongar por três dias.