Justiça dos EUA decide que Google desrespeitou direitos autorais da linguagem Java

Um tribunal da Califórnia, nos Estados Unidos, decidiu que o Google violou os direitos autorais da linguagem de programação Java, em um caso movido pela dona da Java, a Oracle.

O tribunal de San Francisco determinou que o Google violou os direitos autorais da Oracle em nove linhas do código da linguagem Java que estão no Android, seu sistema operacional para telefones celulares.

A Oracle entrou com um processo pedindo uma indenização de US$ 1 bilhão em um dos maiores processos do setor de tecnologia dos últimos anos. Mas, de acordo com a decisão do tribunal, a Oracle poderá pedir indenização de até US$ 150 mil.

A companhia herdou os direitos intelectuais sobre a linguagem Java quando comprou o controle da desenvolvedora da linguagem, a Sun Microsystems, em 2009.

A Oracle alegou então que, ao usar sua propriedade intelectual e distribuir o sistema Android de graça, o Google prejudicou a possibilidade de licenciamento da linguagem Java para fabricantes de telefones celulares.