Homem que frustrou ‘atentado da cueca’ era britânico, diz imprensa

O homem que frustrou o "atentado da cueca", no qual uma bomba plantada na roupa de baixo do responsável explodiria em um avião, seria britânico, de acordo com a imprensa americana.

Autoridades britânicas não se pronunciaram sobre o tema, mas fontes americanas disseram no começo da semana que agências estrangeiras haviam colaborado com a operação.

O agente, infiltrado na Al-Qaeda, foi enviado para explodir um avião que iria do Iêmen para os EUA, mas entregou a bomba para forças de segurança americanas.

Analistas dizem que é incomum agências de inteligência revelarem informações sobre a forma como trabalham e, se a notícia for confirmada, ela deve causar preocupação nos serviços britânicos.